Oliveira do Hospital... no sopé da Serra da Estrela!
13
Mai 09
publicado por OHpositivo - Nuno Oliveira, às 00:44LINK DO POST | COMENTAR

A inédita surpresa aconteceu na Escola Básica do 1º Ciclo de Galizes, freguesia de Nogueira do Cravo, concelho de Olveira do Hospital.

Depois de há uns dias atrás, mais concretamente na noite de 16 para 17 de Abril, parte do tecto de uma das salas da referida instituição escolar ter desabado, e para felicidade de todos, nem alunos, nem professora, nem auxiliares de educação estavam presentes no local, no momento do desabamento, eis que agora são as próprias crianças a dar o exemplo do que são as boas normas de prevenção e segurança.

Após a restauração do respectivo tecto, e de forma a alertar, a minorizar e a salvaguardar possíveis futuros acidentes do mesmo género, estes alunos com idades compreendidades entre os seis e dez anos, resolveram esta segunda-feira apresentarem-se nas salas de aulas munidos de um capacete de segurança na cabeça.

Sinceramente, o que agora aqui relato de uma forma sucinta, podia ter sido uma tragédia.

Se a mesma acontecesse quem assumiria as responsabilidades?

O edifício é pertença do Município local, o que implica que a sua preserveção e manutenção também lhe é de direito e de dever.

Agora, de uma coisa tenho eu a certeza: um tecto é algo que se recupera mas, da perda de uma vida humana, o mesmo não se pode dizer.

Vejamos o que se diz da "Segurança das Escolas":

"A segurança deve ser uma preocupação comum a todos os membros da comunidade educativa – pessoal docente e não docente, alunos, pais, encarregados de educação e representantes autárquicos.

Além de um bom conhecimento e informação neste âmbito, importa criar uma cultura de segurança, nomeadamente interiorizando procedimentos e comportamentos e adoptando as necessárias medidas de prevenção.

É recomendável que a temática da segurança esteja integrada no Projecto Educativo da escola, tendo em vista uma melhor sensibilização de todos e contribuir para desenvolver um comportamento colectivo de segurança".

Por acaso quem responsável, algum dia leu o Manual de Utilização, Manutenção e Segurança nas Escolas.

Se não, deixo aqui dois acessos on-line importantes (clique sobre eles):  Segurança nas Escolas e Manual de Utilização, Manutenção e Segurança nas Escolas.

E, quem é que preencheu e assinou, se é que foi preenchido e assinado, o Caderno de Registo da Segurança para este ano lectivo, da respectiva Escola?

Por fim, formulo ainda aqui uma última questão:

Foi este um acidente com demasiada gravidade, ou era preciso morrer alguém para que a gravidade fosse demasiada?

E, estamos nós em pleno Século XXI.,

 


Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10

23




pesquisar neste blog
 

OH+

IMPRENSA LOCAL




links